A ARTE DE MEDITAR # TXT 5

# TEXTO 5:

A ARTE DE MEDITAR

A arte de meditar e esperar sem ter porque!

Afirmar eternamente: quem sou eu, o que tenho que fazer?

Veras então que não há porquê!

Pra quê buscar, pra que , pra quê!

O desejo (já) está ai, para ser realizado!

Não fujas dele feito um condenado!

Não se disperses mais, ou viverás endiabrado!

È inevitável: uma hora tens que ceder ao amor;

Encarar-se de frente, presentemente, com paciência e com fervor!

Dirás então: o que me é o Amor?

Amor é a essência do Pai criador,

Mas só pode conhecê-la, se, com alma em fervor,

Buscar eterna e serenamente ao Senhor!
Tens amor ao pai criador?

Mantenha-o, pois, em vosso ser, perceptivamente, sem crer!

Então poderás ver: o eterno sol nascente de para sempre, sempre, Ser!

Muito mais tu vais viver! Nunca mais, nunca mesmo, Ter!

Tudo já é seu; para que se perder?

Ame, ame viver; e serás, eternamente,

Quem, de fato, desejas Ser:

A novidade do Deus que, agora, vem Te –Ver!

Deus é em Você!

Lucius, Geraldo e Jannetti.

Obs.: não deixando de dispersar sua energia, e direcionando-a aos centros superiores, a criatividade brotará progressiva e emotivamente em seus afazeres!

O processo que enumeramos é perceptivo; então, tudo que falamos ficará tão somente ao pé do ouvido! Para entrar de fato no Reino Vivo, é necessário, somente, boa vontade e buscar estar sempre metido, dentro da Vida, do Coração e do eterno senso de: Aqui Eu Existo!

Então nada mais afora, nada mais adentro: tudo é centro, tudo é intento e Deus se expressa, sempre, por fora e por dentro!

O yogue, guando se realiza, perceber a matéria pela forma cabal que ela é: nãos e ilude mais por interpretações descabidas! Passa então a entender a matéria e vê-la, assim como ver-se, como Luz! Tudo é luz, sabemos disso – teoricamente, porém! Mas a vida é prática e direta; a teoria é um meio termo entre o viver e o saber do ser! Transcenda o teorizar e o tone prática – como deveria ser -, verás então que o silencio te faz agora, em tudo o que querias ser! Perdes o senso de perspectiva e amas a vida pelo que ela tem para ser vivida! Amar incondicionalmente é não ter condições que barrem a Vida, Vida abundante que pulsa de todos os lados, numa recriação e transmutação constantes! Não se impressione mais com a matéria, e viva, como se cada instante fosse um novo Dia!!!!

Amar, amar a quem?

Amar a Vida, uma eterna Poesia, Um constante raiar de um Novo Dia!

Amar, Amar a quem? Ninguém – somente à Vida- globalmente vivida!

Lucius e Ronien.

Leitura Recomendada:

O VÔO DA GAIVOTA – Escrito por: Patrícia. Psicografado por: Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho. Ed: petit. 142 páginas. (Ler pelo menos os primeiros cinco capítulos e o último).

Pequeno texto de 3 parágrafos, por Yogananda: http://blog.opovo.com.br/yoga/simplifique-sua-vida/

                   Documentário incrível a ser lançado por Yogues brasilieros, entrevistando personalidades conhecidas:

http://www.eumaior.com.br/

Tenha paciência, ainda saberão q a espera é a arte de viver (espera q leva à Atenção Plena), bem como a arte de ser de comungar com o ‘Todo de Tudo’. Entretanto, só meditando que verão isto: assim como você também sô viu, por vezes, assim! Descobrirão então,assim como você descobrirá, que Deus está em Tudo, e que tu é o todo de tudo o que percebes! Mas então a Luz e se vê na luz! Te tornas originário de si mesmo, e deixas todas as ilusões, as incertezas das certezas, os medos e os ‘erros’!

A morte de Si: é a morte de Ti para contigo mesmo! O Outro é só um contraste, para acordar-te da ilusão do SI para consigo mesmo!

Cada um só presta contas a si mesmo! Se erras, recebes teu erro em dobro dentro de si! Se sofres erros alheios, sofres por que quer – por apego e baixa autoestima!

Viva então, como se a vida fosse sua,sua para ser vivida! Esqueça o passado e toda e qualquer noção de meu, de Eu- seja o que ES para TI mesmo! E serás então alguém real, sem mascaras, com verdades sem facas de julgamentos: com tua fragilidade amostras, te tornaras humildes, perdendo o medo de se autoburilar  pela paciência da constante experiência cósmica!  Abra-se, então, ao constante aprendizado! Muito amor temos para dar! Para sempre, amem amar!

Lucius e Ronien.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s