Arquivo de Tag | verdade

A Voz do Silêncio

Restirado de: http://minhamestria.blogspot.com.br/2012/05/o-riso-eterno-e-danca-eterna.html
“”Ainda sou escravo dos meus hábitos, mas a transcendência me é conhecida – isto o q importa” Já sei do germe, basta desenvolve-lo pela percepção’’

Proposição final:Todo pensamento é padronizante: fuja dele e serás feliz! Desalienando do padrão=iluminado pela VERDADE da Alegria Sempre Nova!

Então, nada mais a ver, nada mais a pensar. Tudo a ser,fluir, conhecer, amar! Liberdade é o q há!!!!

Seja o que for que fizeres: ame o que estais fazendo!”

 

a verdade é silenciosa- tornai o silencio seu galardão e tudo será relativizado,como verdadeiramente é, em nome do seu sentimento de felicidade

as palavras e imagens complicam e deturpam a realidade das coisas – adaptam as situações a modelos! Pare de julgar e verás q tudo é luz, e paz
o sofrimento é condicionado e felicidade é incondicional

do mesmo modo, a inteligência,de fato, só flui e se intensifica quando livre dos prepotentes objetos da percepção…

Deixe de ter preferências e serás conduzido corajosamente,pela tua intuição,pela tua percepção aflorada da verdade em torno de si, àquilo q
realmente querias por traz dos desejos…

As preferências criam um mundo errado. não se trata de nega-las mas de ver de fato o seu contexto…

Da subordinação do ser feliz ao vir-a-ser, o vir-a-ser será conseqüência do ser feliz – como de fato o é!

Vc,em sua vida, não tem primeiro q observar para depois contextualizar em representações mentais: esta seria a subjetividade cientifica – não confundir o fim com os meios!Entretanto vc se perde , em suas proposições, como se estas fossem a substancia da realidade e a causa do ser feliz! São a conseqüência…

Tudo se trata de uma visão interna…

Quando vc deixa de’’ver’ o mundo a partir de saberes prepotentes,dos objetos envaidecidos da percepção, pode então fluir livremente, ser inteligente e feliz

Esse negocio de dar nome a tudo, determinar e julgar situações, bem como a pressa no viver e no pensar, são sintomas da falta de percepção  e do medo da inteligência,da criatividade, existente em nos

Vês uma flor e logo denominas: FLOR

E se alg te dá uma vc logo pensa: esta pessoa gosta de mi!!

Chega a ser engraçado, para aquele q esta em êxtase, o criativo êxtase, esse mundo cultural padronizado, q esconde um profundo medo de ser feliz, falta de autonomia própria, ignorância interna!!!

não se assuntem,existem Tb muita coisa, boa,, ofereço só  uma caricatura das impossibilidades para orienta-los ao não-saber, ao q esta em aberto, a realidade substancia,e , principalmente, a felicidade de uma coerência interna consigo mesmo…

Vc vive por pensamentos pq tem medo de ser feliz.. Estes, a toda hora, determinam a realidade e ditam o q é,  o q não é! Tudo então se trata de uma comparação boba, q vc não tem total domínio, Criada para vc e não por vc!!!

Vive então como se nada tivesses e terás tudo!

Deixe de cnonbtir a realidade por medo de exercer seus potenciais!!

È um processo continuo e interessante – este da autonomia, da criatividade meditativa!

Espero q todos entendam o q falam e se aventurem

No começo vc contacta a SOMBRA dita por Jung,, Seus pensamentos de deixam eclipsado,sonolento e até mal, as vezes com coisas ruins na cabeça. Mas se vc ir alem na sua concentração, no desapego aos idealismos ilusórios do eu, chegaras a felicidade do eu real: criativo , feliz incondicionalmente!!

É lindo!

Prossegues, quebrando nossa recusa de aprender.. perceba a percepção sem se apegar as impressões.. As impressões so impressionam aqueles que não se fazem sábios (citar o conceito de sabedoria do post de ontem).. Busque sempre o naco saber: pare de se recusar a aprender, deixe as maquinações sonolentas dos pensamentos, das identificações, q criam um mundo bitolado e sem vida própria (tudo por uma recusa em viver)…

O medo é o contrario do amor, Tens medo da vida e por isso a maquina pra se sentir seguro e não ter q se amar,e ama-la, incondicional e criativamente. Tens medo de ser feliz e inteligente…

Medo de  ..INTERROse não tem pq INTERRO

AS questões humanas se desvanecem ante as percepções da verdade!

Leiam sobre os níveis de informação…

 M de LU

Video alanis – thnks

P escutar enquanto lê: http://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&NR=1&v=EnoOJDSvmdw

Fique atento.

Estar em alerta.
Dê um passo de cada vez.
Siga o que está em seu coração.
Você vai entender o que sua direção é para ser.
Verdade, Simplicidade e Amor
é o guia para viver neste mundo.
Observar a mudança através dos ensinamentos de
Verdade, Simplicidade e Amor.
O irreal não pode sobrecarregar o real.

- Babaji —

Ser Místico

Ser Místico é não dizer o que faz,
Nem o que vai fazer – é ser anónimo.
É superar os medos do eu pelo mergulho no ser.
É não ter a necessidade de demonstrar o que sabe,
É falar pouco e escutar muito,
É passar por louco e ser inteligente,
Ser confiante e não dependente,
Justo e autêntico,
Manso e confidente.
Um bom Místico
Não caça o futuro com ansiedade,
Não leva rasteira do passado,
Não fica preso à memória:
Vive só por hoje.
Pisa no escuro do desconhecido,
Não foge de seu deserto,
Arrisca-se à incerteza,
Não troca o Pássaro do Ser pelos pássaros do ter.
Ser Místico é dizer “Aum”,
É ser diferente sem fazer uso de marcas registadas.
Ser Místico é Ser história.
É ter simplicidade e pureza,
Humildade e modéstia,
Coragem e bravura,
Fidelidade e esperança.
Ser Místico é ver Deus no nascer do sol
No brilho da lua e das estrelas ao anoitecer.
É ouvir a Voz de Deus
Na sinfonia dos pássaros em parceria com o vento,
E na voz do pedinte em meio ao mau tempo.
É sentar-se quieto e atento
No pulsar do Ser que o faz ser.
Ser Místico é descobrir através do silêncio
Uma nova maneira de viver.
É saber responder:
Quem sou, de onde vim e para onde vou.
Ser Místico é ter vocação,
Ser religioso, sem religião;
Ser poético e apolítico,
Amante do amor incondicional,
Da natureza e da liberdade.
Ser Místico é buscar acima de tudo
A Voz Silenciosa de Deus
Em seu próprio interior.”

De: http://um-reikitarot.no.comunidades.net/

Citar : Ser Místico de Form Joy I Came.

A Voz, mais do que qualquer coisa, manifesta a energia vital da pessoa. É por isso que o coração, o corpo e a própria vida podem ser transformadas dependendo da voz e da escolha das palavras.

O que outras pessoas pensam de você ou como a maioria delas o trata, estes não seriam assuntos do seu interesse. O importante é como você avalia a si mesmo e quanto de orgulho sente de sua vida. Se você vive sinceramente de acordo com sua fé, pode exemplificá-la como o mais valioso modo de vida através da sua própria existência.

A felicidade não lhe é proporcionada por ninguém. Ela encontra-se somente no próprio esforço em revelar o tesouro das profundezas de sua vida, e se poli-lo cuidadosamente, desenvolverá a coragem e a esperança, ao longo do caminho.

Cada qual deve sentir-se livre para ser o que é. Preocupar-se demasiadamente com o que os outros pensam jamais fará uma pessoa feliz.

Dez pessoas audazes que bradam são mais poderosas do que cem mil que permanecem caladas.

A liberdade de espírito não pode ser alcançada com os braços cruzados pode ser alcançada somente lutando-se por ela.

Tudo depende do que você dá atenção! Para toda a vibração existe uma experiência equivalente. Tudo depende do nível de confiança ou insegurança que você está emitindo. É impossível que alguém que se sente doente encontre a cura. É improvável que aquele que se sente miserável, enriqueça. É injustificável que aquele que se sente só, encontre o amor. Torne-se aquilo que você mais deseja. Não existe nada que o force a ver a vida com cores cinzas.

Palavras amorosas e ternas afetam as moléculas de água, e somos mais de 75% água. Então, eu cuido do que falo, do que penso e como ajo.

Não se preocupe como conseguirá o seu objetivo! Este é um trabalho que cabe unicamente ao universo.

O que é costumeiro no tolo é esquecer nas horas cruciais o que prometera nas horas normais.
Daisaku Ikeda

O silêncio tem a sua própria linguagem…

 

Postagfens relacionadas: MEDITAÇÂO : Caminho PARA a REALIZAÇÂO DE SI MESMo, A LOGICA CARTESIANA E A LOGICA DE VIVER, OTIMISMo, O SENTIDO DA VIDA.

Livro recomendado: Eva Pierrakos – O Caminho da Autotransformação.

Recomendo:

http://um-reikitarot.no.comunidades.net/index.php?pagina=1406551441

Livro: A voz do silêncio .

A aventura da vida é aprender. O propósito da vida é crescer. A natureza da vida é mudar. O desafio da vida é superar. A essência da vida é cuidar. A oportunidade da vida é servir. O segredo da vida é ousar. O tempero da vida é a amizade. A beleza da vida é dar. A alegria da vida é o amor” de:  http://www.po-magico.blogspot.pt/

Recomendo:

http://minhamestria.blogspot.com.br/2012/04/um-amigo-12-04-2012-autres-dimensions.html#main

http://minhamestria.blogspot.com.br/2012/04/bidi-13-04-2012-parte-3-autres.html#main

A Lógica Cartesiana e a Lógica de Viver

A Lógica Cartesiana e  a Lógica de Viver

- Restaurando as bases do viver -

 

A lógica cartesiana, que nos ensinam nas escolas – e muitas vezes em casa – vê tudo em termos do que tem sido chamado de aspecto masculino do ser humano: há sempre algo a ser dito, alcançado e quantificado – e se não ocorre desta forma, nos sentimos perdidos por não sabermos o que fazer; então vem o tédio, o sofrimento, por não conseguirmos o que achamos que queremos (aquilo que a cultura social, as crenças exteriores, nos disseram que deveríamos ”ser” ou ter)!

O sofrimento é ,então, criado por pontos de referência que, essencialmente, não fazem parte de nós, de nossa história experiencial de vida! Sofremos, no fundo, por que queremos; e a sociedade só nos arrasta, com seus medos e anseios, porque temos algo a esconder: desde crianças temos nos defrontado com os saberes sociais, e nós, com nosso natural caráter científico, conhecedor\criativo, pela vida, temos perdido esta característica, paulatinamente, devido às repressões e aos ”nãos” e ou aparentes “sims” sem porquê, que nunca ou quase nunca são explicados, e que nos causam limitações e nos afirmam: assim você deve ser porque assim é! E pronto!

Nas escolas, entretanto, somos parcialmente instruídos quanto ao mundo que nos cerca; e a cultura científica que nos é passada não é verdadeiramente útil para nós!

è claro que escolheremos nossas profissões, e saber o que o mundo nos oferece torna isso mais fácil de se fazer! Entretanto, se o mundo é visto somente em termos de trabalho, e a dimensão do humano, de sua sensibilidade e liberdade em se comportar e sentir, é deixada ao ”relento”, sendo mais empurrada com a barriga do que desenvolvida\ analisada pela cultura, o que ocorre é a formação de adultos inconscientes quanto aos seus processos ou quanto aos processos da própria sociedade!

è muito fácil cristalizar crenças sociais – e isso o mundo o faz magistralmente, achando que isso é cultura, é tornar-se parte do seu meio! Eu digo que não é! Tornar-se parte do seu meio é percebê-lo como ele é e como ele se faz. Agora, se o ”cartesianismo” afirma que o mundo é assim e assado, pensando sempre por moldes de processos passados, as causas, e processos futuros, as consequências, e,no presente, dando nome as situações e não permitindo um grau maior de sensibilidade ou de auscultamento pelo que estamos presenciando, o que ocorre é uma alienação aos momentos da vida!

Toda a ”lógica” do pensamentos está sendo direcionada pelo passado, com fins a um futuro conhecido – pouco aceitando estruturas novas ou visões claras do mundo que o cerca! Após conhecer algo, dificilmente aceitara novas proposições quanto ao que o cerca! Porque? Porque o pensamento , quando se torna atrelado tão somente á lógica cartesiana, torna-nos, em graus variados, alienados de nós mesmos, de nossa perspectiva momentânea e presente (a única que pode verdadeiramente conhecer o eu do mundo a nossa volta e ”fazer-nos quem somos”**), dificultando uma adaptação verdadeira ao mundo que nos cerca, trazendo situações estereotipadas a consciência, devido a um apego irracional ao conhecido, e ao que ”deveria ser”; tudo isso constitui na sociedade uma falta de sensibilidade, um grau baixíssimo de pesquisa cientifica quanto ao seu próprio viver, quanto a capacidade natural do ser humano de entender sua própria vida e de aplicar os seus conhecimentos sabiamente\ criativamente: a vida é vista como uma cobrança, no imaginário da cultura, e não como uma contingencia, uma escolha de viver, um inebriamento pelo não dito, pela substancia da vida!

Então, você aprende a enumerar processos, dar nome ao mundo, saber o que esta acontecendo a sua volta (por moldes imaginários\ representativos),e, por isso, porque sua educação esta somente baseada nisto, você vai criando uma carapaça ante a vida, que lhe afirma sempre o que é, o que foi e o que será, você e o ”seu mundo”, que dificulta e muito o encontro e o contato de fato com o outro, com o todo da vida e com a percepção clara de si mesmo – porque tudo é feito mais por imagens que por observações! E a vida é feita de sensibilidade, de escuta, de pesquisa observadora! As imagens são, ou teriam que ser, atributos secundários, submetidos a analisa previa do mundo – utilizados utilitariamente, tão como são a sua substancia (um objeto, um artefato da mente, usado para aderir a certos modus vivends, a certas formas de lidar com aspectos estudados do real: são conhecimentos técnicos)!

Até ai tudo bem, pois, que eu saiba, a ciência não é assim, em sua pratica, tão intrusa na vida: é difícil um cientista ou um professor de ciências, alienar-se por pensar demais nos processos físicos, químicos ou biológicos à sua volta! Entretanto, o mesmo ocorrerá com os saberes comportamentais, as analises prévias do mundo, perpetuadas no dia a dia?

Para muitos, todo este papo de transpessoal, de saberes ditos racionas mas que no fundo são irracionais, pode parecer mero devaneio ou simplesmente algo distante, difícil mesmo de ser conseguido! Na realidade não é!

Vocês que ”falam ”isso, com seus mundos imaginários acostumados a tudo conhecer previamente ou a barrar uma certa característica mais introspectiva\auscultadora da realidade, porque não vivem de fato – nãoentendem o que é ser feliz, e não percebem como sua própria busca de vida, seus ensejos por realizações , e mesmo seus sofrimentos por ”desistir ‘ ou por ”não conseguir”, decorrem do fato de que vocês não tem essa característica própria do observar a vida: do tornar-se inteiro para si mesmo, real, e verdadeiramente amante de seu processo,de seu viver!

Isso é uma falta de amor próprio – que é a crise do humano: existe um cinismo quanto ao próprio sofrimento, um cinismo quanto a própria cultura, um cinismo quanto a capacidade de entender,de escutar, o mundo, que trazemos ”aqui’,dentro”, e que quer sempre brotar, para trazer maior característica de vida, e maior substancia à realidade que nos cerca!

O mundo da lógica é incerto justamente por isso: porque fomos trinados, desde tenra idade, a memorizar e a nos adaptar – e não a criar\estudar e escutar ao mundo que nos cerca. Então a reflexão, a capacidade de buscar entendimento, no humano, é muito fraca, tornou-se muito fraco!

O problema é que muitos, ouvindo isto, acham que estou falando de filosofia ou de sociologia – estes são apenas aspectos; o que trato é a essência mesma da liberdade: a capacidade constante de auscultamento, de saber viver no mundo pelo referente real, na forma como este vai se processando (ao invés de atribuir referencia\signos prontos ao mundo)!

Como uma pessoa que pretende conhecer o mundo,viver nele, pode fazê-lo por moldes puramente referenciais, que constantemente lhe assaltam a vivencia? Alguém que quer de fato conhecer tem que se tornar dono de sua própria sensibilidade, de seu próprio conhecer, com a própria perspectiva limpa de sua vida! Como conhecer o real, como conhecer algo do mundo que nos cerca, sem aderir a uma pesquisa, a uma observação antecipada?

- o que ocorre é que vocês, ao vivenciar, já vão adaptando saberes ao que veem – como se esses fossem as características do conhecer – ao invés de perceber a vida pelo que ela tem de fato, de cabalmente existente; pois o pensamento, os saberes e racionalizações são, como disse, ”artefatos’, objetos da percepção, utilizados temporariamente pela inteligência para certos procedimentos. Se tu usas uma canoa para atravessar o rio, não pode querer usa-la para escalar uma montanha ou andar 10 km! Tens que deixa-la próxima ao rio, ou guarda-la ”nos porões da memória”**! O mesmo ocorre co o saber: se você privilegiassem a adequação ao mundo, a sua percepção direta, veriam que os saberes surgiram em conformidade, e de forma muito mais dinâmica, muito mais sabia! Olhar o mundo sem adapta-o é o ideal, porque as adaptações são atributos, o olhar é a essência – aquilo que não some e que, de fato, percebe o mundo!

As características do cérebro tem sido direcionadas para esta alienação, e as perspectivas sociais tem sido criadas, formuladas, baseadas no medo quanto ao mundo e no cinismo quanto as estruturas sociais, o modus vivend das sociedades!

Seguimos padrões criados anteriormente, mas nunca paramos para pensar em suas verdadeiras funcionalidades!

Quais são elas, porque existem e porque necessito delas?

Saber de suas substancias não significa fugir do humano e de sua cultura, mas sim torna-la funcional ao extremo, com fins a sua mais real felicidade! Afinal, acultura está para o homem ou o homem para a sua cultura?

- Não o sabemos! Porque, de fato, não queremos saber! Nossas perspectivas ilusórias, do ”cartesianismo ”,ditas no primeiro parágrafo, nos alienam de tal forma, que não temos como entender a própria felicidade – o aspeto profundo de si mesmo, na perspectiva própria de viver!

De fato é muito difícil fazê-lo sozinho! Para isso existe o Budismo, o Islamismo, a Psicologia e o Cristianismo. Porque estes meios, estes saberes, quando aplicados, não propõem um simples entretenimento, baseado em características externas; mas um saber aplicável em toda a vida!

Se chegares num psicólogo comportamento e lhe fala de seus problemas, ele tentara mostrar-lhe o que de errado está existindo em seus mecanismos de percepção (nos objetos passageiros de sua mente), e te ajudará a reformula-lo com vista a maior saber – a ter menos lógicas ilógicas perante a sua vida, tornando-se mais funcional para si mesmo!

Se seguires de fato esta sabedoria, veras que podes ir longe! Mas, como é muito difícil segui-la – até porque não tens um psicólogo todo tempo a te analisar, e a observar seu comportamento, te dizendo o que nele é ou não é funcional para você – e mesmo que tivesse, você esta tão acostumado a operar no automático, que se quer o escutaria, ou , quando muito, hesitaria em aderir a uma característica nova de si mesmo, que te liberasse de um circulo vicioso de percepção: porque tens medo de se livrar de mais uma muleta!!!

Muitos não perceberam, mas, de fato: é isso que ocorre!

Você tem um psicólogo interno, que diz sensivelmente onde você esta errando e onde esta acertando – veja que o acertar está no gerúndio, evidenciando que é um processo –. Você não o escuta porque esta muito viciado nos mecanismos da percepção, ou , melhor dizendo, de acordo com a psicologia budista \oriental: estas viciado nas identificações com os objetos de sua mente, que te impedem de ver as características globais de si mesmo, as reais necessidades do teu ser; te viciam em objetos específicos e,para tanto, criam moldes imaginários, na forma que tens de lidar com eles. tudo isso é um adestramento, que padroniza a vida em usos! E , quando você alcança a plenitude de um uso, vai descobrindo que , por traz dele, havia algo melhor, uma calmaria, algo mais prazeroso e prático, e assim vai se descobrindo, aos poucos!

Os desejos de sua cultura pessoal\ coletiva vão assim se desvanecendo ante as reais perspectivas de si mesmo – te tornas mais funcional e menos apegado a formas de saber que te alienem em seu humor e em sua capacidade inteligente!

O único erro na vida, não importando quais sejam sua múltiplas facetas, é o de crer saber antes de saber de fato! Só que, para saber de fato, é necessário manter um inebriamento pelo não-saber, quer dizer, pelo observar,pelo captar sensível e atentamente – se pressa, sem devaneio!

Essa equação pode parecer até enfadonho e anti natural; mas se parares para meditar, ou para torna-la real, por um momento, verás: era tudo que você queria! E te sentiras mais inteiro, mais você, mais vivo, mais empolgado, mais sábio, do que nunca, em sua vida, foi! Porque é essa a perspectiva real de si mesmo. Este é o ato de retornar ao teu centro, a sua perspectiva global e progressivo dos processos de tua vivencia!

Se te alienas por objetos específicos da globalidade de sua vida, tornando-os contingentes a si mesmo, tornando-os necessários, donos de sua atenção e ou de sua característica sabia e progressiva em vê-los, estais, na verdade, criando ou repercutindo relações apegadas, que verdadeiramente noção existem para você, com esses ”objetos”!

O total da vida é um objeto! E especificar este objeto, em apegos e identificações, é perda de tempo! Seja uno com ela, e a felicidade te abrira as portas, bem comoa realidade, e serás plenamente funcional a ti mesmo: unindo com a percepção psicologia, interior, de ti mesmo!

 

E se você não procurar adentrar nos reinos do emocional, do real do sensível, do aspecto não passageiro do humano, tendera a ser dominado por lógicas e ilógicas do subconsciente, que barram sua adaptação à vida e o fazem, por vezes, interpretar mal a sua realidade, chegando a fazer, para ti mesmo, como na seguinte piada:

Lógica cartesiana

A esposa do português pede:
- Manuel, vá à padaria e traga 5 ovos. Se tiver pão, traga 6. 
Ele voltou com 6 ovos e disse:
- Tinha pão!

Então, você realmente sabe o que quer? Ou vai ficar interpretando tudo ”cartesianamente”, em termo de falta e coisas a fazer, ao invés de ser feliz na calmaria do constante acolhimento\regozijo pelo mundo q o cerca, restaurando, assim, as bases do real, na perspectiva própria de ser?

Ps.: a felicidade vem do silêncio de escutar, e o erro e o sofrimento veem da tentativa de sobrepor a realidade pelo prévio imaginário dos pensamentos. E a Kryia Yoga acelera isso – faz você entrar em contato com o seu descondicionamento, o ser que você é para além daquilo que é passageiramente manifestado! Isso dá uma base na vida para livrar-se do sofrimento e analisar novamente, com mais clareza, as coisas.

Devia ter amado mais
Ter chorado mais
Ter visto o sol nascer
Devia ter arriscado mais
E até errado mais
Ter feito o que eu queria fazer…

Queria ter aceitado
As pessoas como elas são
Cada um sabe a alegria
E a dor que traz no coração…

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar…

Devia ter complicado menos
Trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr
Devia ter me importado menos
Com problemas pequenos
Ter morrido de amor…

Queria ter aceitado
A vida como ela é
A cada um cabe alegrias
E a tristeza que vier…

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar…(2x)

Devia ter complicado menos
Trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr…

Textos relacionados: Ser e Coisa, e outros a vir – já prontos.

**: citar texto sobre o esquecimento ser o principal fator para a potencializarão da memória e utilização do córtex pré frontal.

Vídeos relacionados:

Cientista japonês sobre escolas que matam a criatividade

Transição planetária na visão quântica

Tedx da Luz

http://dharmalog.com/2012/03/06/quando-voce-me-pergunta-a-razao-da-vida-nessa-planeta-o-que-fazemos-e-porque-ha-tanto-caos-robert-happe-video/

Leituras recomendadas:

Livros: a arte da atenção, teias, o erro de descartes, a arte da meditação (Daniel Goleman), inteligência emocional (Daniel Goleman).

Sites:  http://www.nossoespaco.ipt.com.pt/central/ene/x8yv246w.htm

http://serbal.pntic.mec.es/~cmunoz11/freitas47.pdf

http://www2.cjf.jus.br/ojs2/index.php/cej/article/viewFile/1100/1286

http://davduarte.tumblr.com/post/12438755901/a-beleza-confunde-os-sentidos-e-a-logica

http://revistapandora.sites.uol.com.br/modernidade/gabriela.htm

Filme relacionado:

http://pipocamoderna.com.br/experimentalismo-de-ex-isto-leva-a-logica-cartesiana-ao-delirio/102518

Caridade: a benção de ser você mesmo!

Domingo, 19/2/2012.

Caridade: a benção de ser você mesmo!

Na vida, temos uma constante busca por algo mais – uma certa vontade de potência como disse Nietsche à Terra . Geralmente, buscamos exercê-la pelas buscas do vir-a-ser, do se tornar algo que não somos: nós, mesmo buscando atributos que parecem nos fazer bem, tais como trabalho, o dinheiro, ou mesmo, para alguns, a benção do bem estar espiritual, do amor e da felicidade plena, não podemos entender, nunca, os reais atributos de tais dizeres que passam por nossas mentes;

Na vida, temos certezas, que devem um dia ser extintas, quer dizer, esclarecidas, em nome de um maior esclarecimento ao que estas certezas se referem – esta é a busca do humano, a famosa busca por “algo mais”, que é como olhar na geladeira de casa e não encontrar aquela ‘’comida’’ que intuitivamente procuras: olha, olha, pensa, pensa, e não vê nada do que de fato quer!

Isso é o sintoma da síndrome do humano – turvamento da benção da personalidade básica de cada um por meio de suposições alienadoras, estas que direcionam a nossa vida para coisas das quais não conhecemos de fato a natureza.

Este é o famoso processo de conhecer a nos mesmos – temos percepções e impressões da realidade, entretanto, estas, que em algum momento serviram, não nos serão úteis para sempre. O ser humano no atual estado vive esta crise da dispersão de si mesmo: perde a sua paz, porque deseja demais, e, o pior, não sabe realmente o que deseja!

Sócrates concitava as pessoas para o processo de demolir suas certezas em nome de tornar a inteligência mais fluida. Afirma, justamente, o “Só Sei Que Nada Sei”, porque devemos nos desapegar das noções que temos do mundo para enxergá-lo de fato!

A Yoga, antigo método religioso aparentemente iniciado por Krishina há cerca de 4000 mil anos atrás, trata deste esquema do progresso humano: temos dois processos: a recusa e a fluidez – cabe a nós, constantemente, na vida, optar por um dos dois! Quando estamos prontos para aprender, a fluidez se manifesta, trazendo compreensões mais claras e comportamentos mais simples; menos velados em nome de nossas personalidades: é quando realmente acontece o encontro com a realidade que nos cerca!

Na vida, porém, não devemos fixar nisto – tudo é questão de observância e de boa vontade!

O mundo, hoje, em vésperas de tornar-se de regeneração, está sendo convidado para permanecer atento a si mesmo e aos seus processos – recusá-los é retardar o desenvolvimento de Deus dentro de nós e, conseqüentemente, de nossa felicidade!*²

A felicidade, realmente, é algo     incompreendido pelo humano e mesmo pela maioria dos espíritos! Às vezes temos a compreensão intelectual do que somos ou do que devemos fazer, mas estas, quase sempre, não são muito concordantes com a realidade desses dois aspectos de nosso ser**!

Tudo é impulso e manifestação. E a felicidade, na realidade, é uma questão de concordância consigo mesmo, com seu mundo interno e externo – é quando não há nenhum tipo de recusa em ver algo!

Nesse ponto, de acordo com nós e todos os psicólogos siderais, costumamos observar que o ser, na realidade do homem, costuma se submeter a saberes que acabam lhe encobrindo uma maior clareza: acabam não vendo que a vida traz constantes renovações para os nossos momentos e para as nossas compreensões! Somos sempre (e sempre fomos) chamados a uma visão transpessoal da vida – uma visão fluida e amparada na realidade do que somos e do que percebemos!

Eis o paradoxo do ser na etapa terrestre: vê a si mesmo e, da mesma forma, ao seu mundo, de acordo com aspectos do seu passado, poucas vezes largando dele para reverenciar a inteligência e as manifestações da vida: isto seria chamado de plena atenção*¹² ou capacidade de olhar a vida como ela é – um processo de constantes convites à criatividade e à entrega de si mesmo em face do que você ainda não sabe!

“Você tem o costume de afirmar que sabe e é por isso que não sabe!”

Na realidade, quando cremos ver algo ou mesmo quando definimos quaisquer coisas na vida, dentro ou fora de nós, estamos nos recusando a ver claramente.

È isso que a inteligência racional do homem não compreende: ela afirma: sou isto, vejo isto – mas não pode ir além de si mesmo e abranger maior criatividade quanto ao que ela deve aprofundar no que acha “ver”!

Jesus referiu-se a isso vezes sem conta no evangelho: “São cegos guiando cegos. Ora, se um cego guia outro cego, os dois caem no buraco”, “Para um discernimento é que vim a este mundo: para que os que não vêem, vejam, e os que vêem, tornem-se cegos” João (9, 39 – 41), “eles taparam os olhos de medo que eu os curasse, e que (logo depois) vejam”*¹,  “Se fôsseis cegos, não teríeis pecado; mas dizeis: ‘Nós vemos!’ Vosso pecado permanece,”. “estes, entretanto, afirmam sua ignorância e por isso podem ver”, “eu te louvo, pai, Senhor do Céu e da terra, porque escondestes estas coisas dos sábios e cultos e as revelastes aos pequeninos”.

È um paradoxo, para os terrestres, defrontar-se com o seu “não-saber”; na verdade todos sofrem por isso – porque não querem aprender consigo mesmo, não querem ver seu renascimento na realidade: o que conhecem, o que sabem, se lhes oferece um conhecimento mais seguro da realidade e do que vivem! Isto parece até lhes bastar – por fora. Por dentro, estão numa busca incessante por maior espiritualidade, por nova luz, por maior saber!

Temos que distinguir o saber da sabedoria! O saber é racionalização, é passagem: usa-se como retratos da realidade! È algo utilizado pelo humano de forma parcial (ou pelo menos assim deveria ser) – é uma catalogação do vivido com fins à posteridade de si mesmo ou das próximas gerações por meio de livros!

Entretanto, eis a deturpação humana: achar que estes são fixos e recusarem-se a ver mais além (…)!Então, quando afirmas que vês é porque não vês – estais na verdade olhando as perspectivas de sua memória; estas, quando muito fortes, ou constantes, são o que firmam a personalidade e o senso de identidade com atributos, bem como os atributos das constantes buscas por algo que está fora de si;  isso torna a noção de meu,de família e de não-família ,de ruim,de bom, de não permissível à análise, ou de algo permissível, algo “real”l!***¹

Não obstante, amigos, vos chamamos à meditação dentro de si mesmo s– até que vejam o que são e onde estão, sem vos remeterem aos atributos dos pensamentos, que, por mais que sejam  bons e úteis ao espírito, não são o que nos rege ou nos guia em nossa “fatal realidade”( a percepção e a presença de nós mesmos)!

Orientais* têm definido isso como a prisão pelo passado e o conseqüente impedimento da fluida inteligência, criativa por natureza, em sua busca de algo mais!

Quando o ser, que vive na Terra, não compreende nem o evangelho nem a si mesmo, é então que ele busca fora este algo mais – perdendo o senso de ser em nome do vir-a-ser: é uma espécie de falta de auto-estima do espírito imaterial.

Na matéria, é claro, temos os nossos encontros e os nossos desejos. Porém, se não atentamos para os nossos desvios energéticos com relação a nós mesmos, não encontraremos a manifestação nem de Deus, nem de suas almas irmãs que nos cercam nos dois planos da vida e nem mesmo de nossa capacidade, de nosso progresso evolutivo!

Quando recusamos a ver o mundo energético à nossa volta é então que nos perdemos do que somos por acreditar /pensar no que somos a partir de moldes da memória, informações com pouca fluidez e pouco senso de percepção do real!

O pensamento, no fundo, é uma recusa da alma em ver o que está por traz do que sabe: é uma forma de barrar a sua inteligência para não ter que ser mais criativo e enfrentar o novo!*¹²³

O novo, bem como a criatividade existente é como uma vastidão infinita, e nós, com nosso apego às pequenas coisas do que já aprendemos, recusamos ir além, para abarcar mais do espírito de Deus realmente existente!

A vida, na realidade, constitui-se em constantes flashes de insights e de criatividades! Só sente-se infeliz aquele que barra esse constante fluir de seu espírito, por meio do que chamamos de “objetos da percepção”, sejam uns que carregam formas de exteriorização ou uma forma de interiorização apegada a moldes informativos!

Não se prendam, entretanto, a isso: pois, se não, perderão a benção do aprendizado do que não sabem, em nome do que “sabem” (ou acham que sabem)!

È isso amigos. A inteligência é energética e vibratória! È algo que vem de dentro e não de fora!

A criança interna quer brincar no real, aprender eternamente com Deus, num constante nascer para coisas novas, mas nós a ferimos – essa essência divina que têm vontade de crescer potencialmente!

Busquem, portanto, ouvir o coração e não o saber apressado da inteligência racional; está última têm sua hora, porque é algo passageiro e exterior; entretanto, a primeira, a do coração, é algo perceptivo que vêm e vai, fluidamente, dentro da realidade do ser que somos. Ela não pensa que vê, ela vê. Ela, como disse Sócrates, possui a máxima “Só Sei Que Nada Sei’’ e assim pode conhecer a si mesma, ao universo e aos deuses!

Deus nos abençoa – rezo para que percebamos isto, sempre!

 

Ditado por Lucius e Caboclo Pena Branca.

——————————-Notas do Médium

**: Ser e estar. Algo que pode oferecer um vislumbre do que somos, é um vídeo com dizeres de Ramana Maharshi – Quem Sou Eu:

http://www.youtube.com/watch?v=fuxYRURCEJA&feature=related

Algo mais sucinto e interessante sobre a experiência de Ramana Maharshi com Deus: http://mestresdivinos.blogspot.com.br/2011/01/sri-ramakrishna.html

*¹²: recomendamos ler: A Não-Certeza – livreto budista à venda na sociedade vipassana por R$ 5. Acesse www.vipassana.org . Obs.: esta sociedade oferece cursos gratuitos, uma vez por mês, de 9 horas de duração distribuídas em sexta a noite, sábado e domingo pela manha. Pede-se, para quem puder uma contribuição de 40 reais. Dentre os instrutores existem dois  psicólogos que auxiliam no aprendizado.

*: Krishnamurti, Buda, etc.

*¹: E assim acontece com essas pessoas o que disse o profeta Isaías: “Vocês ouvirão, mas não entenderão; olharão, mas não enxergarão nada. Pois a mente deste povo está fechada: Eles taparam os ouvidos e fecharam os olhosSe eles não tivessem feito isso, os seus olhos poderiam ver, e os seus ouvidos poderiam ouvir; a sua mente poderia entender, e eles voltariam para mim, e EU os curaria! (Mt 13:14-15).

*²: recomendamos: Vídeo com dizeres de Yogananda sobre a Busca por felicidade – a Meta Suprema da existência, esclarecedor: http://www.youtube.com/watch?v=rHI_tiN8BVo&feature=fvsr

*¹²³: Sentimos necessidade de ressaltar que: conforme evoluímos os pensamentos tornam-se mais fluidos e mais rápidos, sutilizando-se em abrangência e dimensão, não se restringindo tanto à forma de saberes, ou seja, não usando dos símbolos da linguagem cognitiva. Yogananda afirmava que um Yogue, quando adiantado em meditação, conseguia ter mais de 500 mil pensamentos por dia, em contrapartida a cerca de 50 mil que, segundo as estatísticas da época, costuma suceder, por dia, num ser humano comum. A diferença talvez esteja na consciência ou não consciência deles. Pois, conforme meditamos ou evoluímos vamos adentrando nas dimensões mais internas, tomando conta de nosso inconsciente e utilizando mais plenamente de toda aquela criatividade e abrangência que antes era o fazia parte do inconsciente: então tomamos conta de nós, domínio sobre nós, e podemos utilizar todo este espaço de consciência – que vai se expandindo ao infinito de nosso ser divino. Antes disso, temos pensamentos profundos, gravitando lá dentro, os quais mal percebemos. Somos, por isso, de certa forma, autômatos!

Se me lembro bem, o espírito Luiz Sergio, reproduzindo, em um de seus livros, algo do que aprendeu do lado de lá, disse que temos apenas consciência de 10% do que se passa em nosso ser. Por aí vemos o caminho que devemos trilhar. Lutar primeiro com a sombra existente em nós, até que tenhamos o progresso realizando – quando essa “sombra” nem se manifesta mais em nossos pensamentos…

 

Recomendamos ler:

1-      Osho:diferença entre  razão e racionalização, no livro A Semente de Mostarda, antepenúltimo ou penúltimo capítulo.

2-      A Não-Certeza – livreto budista à venda na sociedade vipassana por R$ 5. Acesse www.vipassana.org . Obs.: esta sociedade oferece cursos gratuitos, uma vez por mês, de 9 horas de duração distribuídas em sexta a noite, sábado e domingo pela manha. Pede-se, para quem puder uma contribuição de 40 reais. Dentre os instrutores existem dois  psicólogos que auxiliam no aprendizado.

3-       Vídeo que reproduz dizeres de Yogananda sobre autoestima: http://www.youtube.com/watch?v=pOpX0ZE2q2A

Frases oportunas:

“A razão nos impõe limites muito estreitos e apenas nos convida a viver o conhecido”. Jung.

“O Pior cego é o que não quer ver”.

“Pensar denota incapacidade em ver” Fernando Pessoa.

“Só o espírito entende o espírito”. Paulo sobre a mística espiritual.

“Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me”, Mateus 16, 24.

A maior ignorância é a que não sabe e crê saber, pois dá origem a todos os erros que cometemos com nossa inteligência. (SÓCRATES).

1CO 2: 14  QUEM NÃO TEM O ESPÍRITO NÃO ACEITA AS COISAS QUE VÊM DO ESPÍRITO DE DEUS, POIS LHE SÃO LOUCURA; E NÃO É CAPAZ DE ENTENDÊ-LAS, PORQUE ELAS SÃO DISCERNIDAS ESPIRITUALMENTE. (Apóstolo Paulo).

O reino no céu, o reino no mar e “o reino que está dentro de vós e também fora de vós”: Jesus de Nazaré

publicado em 24 de Dezembro de 2011 ///

Como disse Buda, “a paz está dentro, não procure fora”, ou Jung, “aquele que olha pra fora, sonha, aquele que olha pra dentro, acorda”. Feliz Natal a todos!

“Se vossos guias vos disserem: ‘o reino está no céu’, então as aves vos precederam; se vos disserem que está no mar, então os peixes vos precederam. Mas o reino está dentro de vós, e também fora de vós. Se vos conhecerdes, sereis conhecidos e sabereis que sois filhos do Pai Vivo. Mas, se não vos conhecerdes, vivereis em pobreza, e vós mesmos sereis essa pobreza.”
~ Evangelho de Tomé. Versículo 3.

—————————————————————————

Postagem relacionada:

http://aprendizdemensageiro.wordpress.com/2012/03/11/mensagem-10-de-outubro-de-2011-dom/

Psi sobre Gestalt – integrar a percepção, sabendo que tudo é seu; resgatar o centro e vive o inebrimaento…

***¹: CITAR TEXTO SOBRE O DIALOGO CONSTANTE COM A VIDA< SER A NUNICA CEREZA: A CERTEXA D AMOR, dA INTELIGENCIA PLENIFICADa…. E REOCMNDAR PSI  SOBRE A ILUSÂO MATERIAL, do DOM 12 do 5 de 2012.

 

 

 

—————————————————————————-

Segue ótimo texto de Jaandira Moraes sobre como nós encoobrimos o nosso amor:

COMO VOCÊ BLOQUEIA O AMOR NA SUA VIDA

As pessoas não demonstram o que são por medo, criando então uma inverdade no seu ambiente. A imagem que vai passar, não é a real, uma vez que está passando o que convém e não o que realmente é.

Gerou-se assim a mentira, como sendo uma coisa boa, pois é melhor mentir inventando uma falsa imagem, que colocar-se como realmente se é.

O que não é verdade, não está dentro da realidade. Então a pessoa acaba sentindo uma sensação de insegurança com relação a você.

Isso porque sua mente guardou a idéia de que aquilo é falso. Nós podemos esconder as palavras, mas a energia fica impregnada em nossa aura.

Aquilo que passamos não é de confiança…

A verdade gera uma energia de luz, pois tudo o que é feito com o coração tem luz, pois reflete o nosso melhor.

Esse melhor não está como supomos, naquilo que idealizamos como bom, mas sim naquilo que reflete nossa essência.

A Luz que foi gerada com esse melhor estará refletida, em todo seu ser e você acaba por transformar-se em luz.

Quando as pessoas olharem você, sentirão uma inexplicável sensação de bem estar do seu lado. É como se a pessoa pudesse enxergar você por dentro.

Ela o vê por inteiro, pois você não está escondido, mas se colocou todo para fora.

E você está inteiro, pois passou sua verdade.

Como conseqüência você se torna transparente e as pessoas começam a sentir você, como nutritivo e vão querer estar sempre à seu lado.

Se você esconder seu amor com medo de sofrer, não vão senti-lo em você.

A conseqüência é que não vão passar amor de volta… Se sentem inseguros com relação a você.

A pessoa não podendo se sustentar no seu amor vai balançar o próprio sentimento, não definindo se quer ou não ficar com você.

Ao ocultar seu sentimento acabou ocultando a si mesmo, pois você não é outra coisa, a não ser aquilo que passa para os outros, através de suas atitudes.

Se não se sente feliz, é porque está brincando de esconde-esconde com a felicidade…

Como assim?… Você esconde o que sente e o outro não vê firmeza em você e vai se esconder também.

Que coisa mais sem graça, pois nessa brincadeira perdem os dois… Ao se olharem, vão achar o que o outro quis mostrar e não o que realmente é.

Vão ficar infelizes, pois por medo de sofrer, esconderam seus sentimentos e começaram a viver a ilusão, daquilo que em sua mente conturbada convém ser.

Isso dói e machuca, pois não os põem em contato com o amor puro e verdadeiro, mas priva-os do contato com a própria felicidade.

Torna-os cegos, pois não percebem o que fizeram pra atrair tanto sofrimento.

Por medo de sofrer e se desiludir, ficando na mão do outro, que poderia se aproveitar da situação.

Vai acabar não se dando a oportunidade de viver um grande amor.

Passam então a achar que o amor não existe e realmente não vai existir, para aqueles que fugiram dele por medo de sofrer.

Ao fugir do amor você não quis vê-lo, fazendo-o sair de seu consciente.

Isso fez com que você perdesse o contato com esse sentimento.

Não querer ver as coisas em nossa vida, faz com que os sentimentos fiquem retidos, introjetados em nosso subconsciente, chegando até mesmo a ficar inconscientizados na zona anímica do cérebro.

O fato de perder o contato com aquilo que ficou introjetado, faz com que não trabalhe o que precisa ser trabalhado.

Mas a vida quer que você trabalhe as coisas sem fugir delas.

Então aquilo volta somatizando-se através de distúrbios, doenças que irão causar depressão, ansiedade e outros males, para que você possa buscar a causa.

Neste momento você percebe alguma coisa desajustada, pois parece que a vida desencaixou.

As coisas não fluem bem, causando uma sensação de vazio interior.

Como seus relacionamentos afetivos não se encaixam, está com uma sensação de que falta algo sem que saiba detectar o que é.

Muitas vezes chega a procurar um psicólogo para poder buscar as respostas, naquilo que não consegue acessar sozinho.

Solte você, solte a vida, saia do controle!…

Quando quer controlar tudo, fica descontrolado, pois as coisas, pessoas e fatos têm um fluxo normal dentro da vida.

Quando você tenta mudar esse fluxo através do seu controle, tira aquilo do seu caminho natural.

Então sua realidade vai ficar distorcida, porque você saiu do seu melhor.

O melhor é não segurar nada, não controlar nada e não segurar seus sentimentos, emoções e ações soltando-se pra ser feliz.

Quando você fica do lado da vida, respeitando o fluxo normal da natureza, passa a ser respeitado por todos e principalmente vai estar de bem com você.

Jandira Moraes

———————————————————————————————

Fique atento.

Estar em alerta.
Dê um passo de cada vez.
Siga o que está em seu coração.
Você vai entender o que sua direção é para ser.
Verdade, Simplicidade e Amor
é o guia para viver neste mundo.
Observar a mudança através dos ensinamentos de
Verdade, Simplicidade e Amor.
O irreal não pode sobrecarregar o real.

- Babaji —

 

Recomnedo Prem Baba- encontro com a verdade – capitulo sobre EROS, AMOR E SEXO…

Alguem conhece pessoa com Doenças Reumáticas, Auto-Imunes, ou ligadas ao desgaste/inflamção do aparelho motor?

CONHEÇO DIRETRIZES Q AUXILIAM MUITO O Restabelecimento desses doentes!

1- acompanhamento médico e progressão o quanto antes para medicamentos mais fortes e mais caros, os quais o governo (SUS) paga(A MELHORA COM O USO DESTES MEDICAMENTOS NÃO É TÃO SIGNIFICATIVA SE COMPROVADDA A CURA QUE OCORRE COM A ANTIBRUCELICA, POIS ESTES MEDICAMENTOS SÃO SÓ PALIATIVOS, NÃO ATUAM DE MODO A REORGANIZAR OS PROCESSOS DO CORPO)!  ESSA PRIMEIRA OPÇÃO PARA MIM JÁ NÃO É VÁLIDA -POIS, ACOMPANHANDO ESTUDOS SOBRE O ASSUNTO, DE PACIENTES QUE TIVERAM A CURA OU REMISSÃO DA ARTRITE REUMATOIDE, FOI ESCLARECIDO QUE NA PROPRIA BULA DOS MEDICAMENTOS OS EFEITOS COLATERAIS DOS REMEDIOS SÃO OS MESMOS DAS DOENÇAS - ALÉM DOS RISCOS QUE ESTES OFERECEM A SAUDE… QUANDO A MINHA MAE, PORTADORA DE ARTRITE REUMATOIDE, PAROU COM MEDICAMENTOS CARISSIMOS – 7 MIL POR SEMANA PELO SUS -, PARA TOMAR A VACINA ANTIBRACELICA, MÉDICOS A CHAMARAM DE LOUCA, ENTRETANTO, PASSDOS DOIS MESES, EIS OS RESULTADORS, QUE SÃO COMUNS A TODOS QUE CONTACTEI E QUE USARAM A VACINA: MÃOS DESINCHADAS, CONSEGUE SEGURAR A CANECA, DIRIGIRI O CARRO E ANDA O DIA INTEIRO, PÉS SO INCHAM DE VEZ EM QUANDO, PRINCIPALMENTE QUANDO ELA SE ENCHE DE CAFEINAS DOS CHOLCOLATES,AÇUCAR E GLUTEM (QUE SÃO NUTRIENTES INFLAMATORIOS QUANDO NÃO INUTEIS AO CORPO – COMO O AÇUCAR – E QUE, QUANDO PARADOS, ESTES E OUTROS, PODEM PRODUZIR A CURA DE QUALQUER DESSAS DOENÇAS AUTOIMUNES, COMO QUALQUER PODE PESQUISAR….); HOJE ELA DORME BEM E SOZINHA, SEM NECESSIDADE DE ESTARMOS ACORDANDO A NOITE PARA MUDA-LA DE POSIÇÃO DEVIDO A DOR… REMEDIOS PRA DORMIR TOMA MAIS PELO STRESS, E MUITO MENOS QUE ANTES…..  

ENTÃO, MUDANDO O QUADRO ANTIGO, TENHO A DIZER QUE O UNICO NECESSARIO PRA QUEM POSSUA DOENÇAS REUMATICAS, AUTOIMUNES E QUEIRA SE CURAR – O QUE É PLENAMENTE POSSIVEL, COMO CITAREI OS CASOS ABAIXO -É:

1 - PARAR O MAIS RAPIDO POSSIVEL COM OS MEDICAMENTOS QUIMIOTERAPICOS E OU BIOLOGICOS, SUBSTITUINDO-OS PELA VACINA ANTIBRUCELICA – QUE POR ESTUDO CIENTIFICO ATESTA A SUA EFICACIA: DE 400 PACIENTES COM ARTRITE REUMATOIDE, 84% TIVERAM A CURA OU REMISSÃO TOTAL DA DOENÇA E OS DEMAIS UMA MELHORA SIGNIFICATIVA MESMO, TAL COMO NOSSO AMIGO QUE RESPONDEU AO NOSSO PRIMEIRO POST DESTE NA COMUNIDADE VIRTUAL WWW.LIVRESPENSADORES.NING.COM – E VALE TAMBEM PARA TODAS AS DOENÇAS REUMATICAS (PERDOEM-ME OS REUMATOLOGOS, QUE POR ALGUM MOTIVO AINDA SE RECUSAM A MESMO ATESTAR A VERACIDADE DE UM ESTUDO JA REALIZADO, ALGO QUE SERIA MUITO RAPIDO….),TAIS COMO TRAMBOSE, ARTROSES E ARTRITES TB…..

2- MUDAR DRASTICAMENTE DIETAS E HABITOS DE VIDA, POIS, EM TODOS OS CASOS DESSAS DOENÇAS GRAVES (INCLUINDO AQUELAS CRONICAS, DE CORAÇÃO, PRESSÃO ALTA E DIABETES), A CAUSA ESTA NA ALIMENTAÇÃO INDUSTRIAL, INCORRETA – COM EXEESSOS DE AÇUCAR,CARNE,CARBOIDRATOS OU PROTEINAS, E POUCO USO PERCENTUAL DE VERDURAS,FRUTAS E OUTRAS COISAS, TAIS  COMO AS RAIZES…… pOIS TODOS OS RECENTES ESTUDOS, MUITOS CORROBORADOS PELA OMS – ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAUDE – ATESTAM O FATO DE A MUDANÇA DA DIETA LEVAR A UMA MELHORA INCRIVEL E RAPIDA NO CANCER E NAS DOENÇAS QUE CITEI, ACELERANDO O PROCESSO DE CURA… OUTROS MÉDICOS VÃO AINDA MAIS LONGE: PASSAM UMA DIETA ANTIFLAMATORIA, ANTIOXIDANTE E EXTREMAMENTE HARMONICA A UM CORPO DESARMONIZADO PELA DOENÇA,E O QUE OBETIVERAM? – CURA TOTAL DE ARTRITE REUMATOIDE E DIVERSAS PUTRAS COMPLICAÇÕES DO MUNDO MODERNO, SÓ POR MEIO DA DIETA!!!!!!

VEJAM O SEGUINTE DIAGRAMA:

Nos últimos 10 anos, tratei milhares de pacientes com doenças artríticas. As terapias mais eficazes têm sido sempre de dieta e exercício. O paradoxo com o exercício … É mais difícil se ater a um programa de exercícios se constantemente a artrite está inflamada.
O problema com a comida …
Todo mundo reage exclusivamente com base em sua própria química. Mas só faz sentido que as drogas sejam o alvo de tratamento para a inflamação , por que não os alimentos. Afinal, a comida não é um tipo de droga?
Eu descobri que a pesquisa médica suporta esta conexão, mas o mais importante, eu descobri que os pacientes melhoram depois de eliminar os alimentos inflamatórios de suas dietas. Quais os alimentos que devemos evitar para ajudar a recuperar de artrite? Depende da pessoa. Cada um é único.
Não caia na armadilha da dor da prescrição:
Drogas só mascara a inflamação, eles não corrigirem a fonte. Muitos analgésicos também causar deficiências de vitaminas e minerais. Este efeito secundário pode impedir a cura a longo prazo. Por exemplo, AINEs (não esteróides anti-inflamatórios) pode causar o ácido fólico e vitamina C. Ambas as vitaminas são essenciais para o corpo para ser capaz de reparar a cartilagem danificada, articulações, tendões e ligamentos. Consulte o diagrama… DR.OSBORNE

 

FONTE SECUNDARIA : http://nocontemgluten.blogspot.com.br/search/label/Artrite%20Reumat%C3%B3ide

 

 

3- Glucosamina e Condroitina – ESTE MEDICAMENTO É EXTREMAMENTE INDICADO COMO ACOPANHNTE DO USO DA ANTIBRUCELICA, ATÉ PORQUE ELE SOZINHO TEM CURADO PACIENTES PORTADORES DE ARTRITES E ARTROSES, POIS ELE ATUA RECOSTITUINDO AS CARTILAGENS, RESTAURANDO OS LÍQUIDOS QUE ENVOLVEM OS LIGAMENTOS, OS QUAIS FORAM DEFORMADOS DEVIDO AOS QUADROS INDICATIVOS DA ARTRITE E DA ARTROSE … AS PESSOAS COSTUMAM IDEALIZAR TANTO AS DOENÇAS , TANTO QUE, NO GERAL, APÓS SABER O NOME DO PROBELAM – AH,TENHO SINUSITE, TENHOR RINITE, TENHO ARTROSE, ARTRITE REUMATOIDE – ELAS DESCANSAM DE PROCUARAR A CURA E SE CONFORMAM COM OS REMEDIOS COMUNMENTE PRESCRITOS , NEM MESMO OS MEDICOS ,NO GERAL, PROCURAM COMPREENDER E IR ALÉM DO QUE JÁ É CONVENCIONADO COMO TRATAMENTO : TRAM DAS DOENÇAS , REALIZAM CIRUGIAS MAS NINGEUM FALA ESPECIFICAMENTE DA CAUSA DAS MESMAS, PORQUE SURGIRAM E COMO PROCESSO INFLAMATORIOS CONTINUAM A CABO DENTRO DO CORPO DOENTE, MESMO APOS A CIRUGIA, TORNANDO MUITOS DOS MEDICAMENTOS, INCLUSIVE INEFICAZES PARA A CURA, ATUANDO MAIS COMO PALEATIVOS PARA QUE A DOENÇA NÃO PROGRIDA, OU NÃO PROGRIDA TANTO – UMA PENA!! ESSA É UMA TENDENCIA DA MENTE HUMANA: FECHAR CONCEITOS E NÃO ATER-SE A UMA GAMA DE POSSIBILIDADES – DECORRE DO PROPRIO PROCESSO DE APRENDIZADO DA MENTE HUMNA; SEGUNDOA  PSICOLOGIA, CIENTISTAS QUE CONSEGUEM, BEM COMO PESSOAS, IR ALEM DOS PROCESSOS COMUNS DO PENSAR, ENTRAM EM DETERMINADOS ESTADOS DE CONSCIENCIA, PROPRIO DOS INVENTORES,ARTISTAS OU SANTOS EM REGOZIJO; TAIS COISAS VALEM PARA ALBEERT EINSTEIN, O MEDICO QUE TEVE A BRILHANTE IDEIA DO PRIMEIRO TRANSPLANTE DE CORAÇÃO, LEONARDO DA VINCI E ,QUEM SABE, O DR GENESIO – CIRADOR DA ANTI BRUCELICA….. ENTÃO, TODA AQUELE QUE SE RECUSA A AVERIGAUR A A VERACIDADE DE ALGO, ALEM DE DISTANCIAR-SE DA SABEDORIA, ACIRRAR–SE A IGNORANCIA PROPRIMAMENTE DITA, SE DISTANCIA DO CARATER CIENTIFICO EM RELAÇÃO AS COISAS – FEZ DA INSTITUIÇÃO CIENCIA UMA RELGIÃO, MESMO QUE POR BREVES MOMENTOS DE PRECONCEITO, QUANDO UM PACIENTE, POR EXMPLO, AFIRMA TER SE CURADO DE SINUSITE OU DE ARTRITE REUMATOIDE POR METODOS SIMPLES E NATURAIS!!!

OUTRA COISA É QUE GERALMENTE OS PACIENTES QUE ENTRAM EM CONTATO COM OS PROCEDIMENDOS DO DR GENESIO, CIRADOR DA VACINA ANTIBRUCELICA, TEM MEDO DE INICAR O TRAMTAMNTO – POR DOIS MOTIVOS, TAO CONHECIDO DAQUELES NATURISTAS E MEDICOS NATURISTAS, QUE LEVAM O CORPO A UM TRATAMTNO HARMONICO – E NÃO APLEATIVO E QUE SÓ VE A CONSQUENCIA – QUE RECONSTITUA DE VERDADE OS PROCESSOS DO CORPO: 1- TEM DE LARGAR OS REMEDIOS QUE JA TOMAM, QUE APESAR DE NÃO SEREM TAO BONS, DAO CERTA SEGURANÇA EMOCIONAL E 2- NÃO QUEREM ESPERAR OS PROCESSOS NATURAIS DE QUALQUER TIPO DE CURA, QUE, NECESSARIAMENTE, LEVAM A UM SOFIMENTO INCIAL, TAL COMO NUMA FEBRE, QUE PARECE SER UM AGRAVO DA DOENÇA – ESSE TEMPO, COM A ANTIBRUCELICA, COSTUMA LEVAR DE 3 SEMANSAS A DOIS MESES … COM MINHA MAE, NO PRIMEIRO MES JA SENTIMOS UMA MLHORA SIGNIFICATIVA, QUE NOS FEZ AGRACIADOS PELA CORAGEM DE LARGAR OS MEDICAMENTOS BIOLOGICOS E QUEIOMIOTERAPICOS, QUE TANTO MAO FAZEM AO CORPO A LONGO E MEDIO PRAZO!!!!

4- Médico Ortomolecular -ESTA É UMA BELEZA, MUITOS AFIRMAM QUE ATUA, TAL COMO A ACUPUNTURA, CONTRA TODOS OS MALES DO CORPO E DA MENTE – REUMENTE SEU PRINCIPIO TEORICO É INTERESSANTE:REEQUILIBRAR TODO O ORGANISMO E OS PROCESSOS DO CEREBRI, ATRAVES DA REPOSIÇÃO DE ENZIAMS, MINERAIS E NUTRIENTES QUE O CORPO TENHA EM GRANDES OU PEQUENAS QUANTIDADES; EU NÃO CONHEÇO MUITO A RESPEITO MAS JA ESUTEI DE CASOS INCRIVEIS, DE CURA DE SINDROME DO PANICO E DE OUTRAS DOENÇAS MAIS FISICAS….

5 – Desentoxicação]

6- alimentação leve e saudável (o menos idustrial possível)

— HOJE CONSIDERO QUE OS PROCEIDMENTOS 5 E 6 Aõ essenciais para qualquer doença, sendo até a mesma coisa, pois toda dieta boa é naturalmente desintoxicante, de forma que todo e qualquer alimento que fuja um pouquinho do estrita e IDEALMENTE SAUDAVEL para o corpo, já deixa ,por isso, de ser saudavel e passa a ser INTOXICANTE!! ISSO É ALGO A SER LEVADO A SERIO…

ESTE FIM DE SEMANA POR EXEMPLO, MINHA MÃE RESOLVEU COMER 15 TRUFAS DE 20 GRAMAS DE CHOCOLATE, DA CACAU SHOW – CONTEM DOSES DE AÇUCAR E CAFEINA,TAL COMO TODO DOCE DE CHOCOLATE, E AINDA CONTEM O LEITE DE VACA, O QUAL ELA, POR PRESCRIÇÃO DE CURA PELA DIETA, DEVE PARAR -… POIS BEM, HÁ MAIS DE UM MES QUE ESTAVAMOS INDO ATÉ BEM E ELA COME ESTE SACRILEGIO E , NA SEGUNDA FEIRA COME MAIS 8 BOMBONS DESSES.. O QUE AOCNTECEU,: NO OUTRO DIA ELA ACORDOU COM A MESMA DOR DE ANTIGAMENTE, DE ANTES DA VAICNA E DA DIETA ANTIINFALAMATORIA, SOFREU PRA DORMIR COMO NUNCA MAIS SOFRIA E ACORDOU SUPERDESANIMADA…. NOS CONCORDAMOS QUE A CAUSA FOI A ESTUPENDA SAIDA DA DIETA, QUE PARA MUITO PODE NÃO REPRESENTAR TANTO MAL ASSIM (MAS REPRESENTA, POIS ESTE TIPO DE ALIMENTAÇÃO INDUSTRIAAL, AÇUCARADA E OU SALGADA, TÃO COMUM HOJE EM DIA, E QUE PARCE SER POSSIVEL AO SER HUMANO, AOS POUCOS VI PRDUZINDO TODAS AS DOENCINHAS QUE TODOS TEM ALGUMA VEZ E O PIOR: LEVNAO A CERTO EMBOTAMENTO MENTAL E VITAL, QUE SÓ É NOTADO POR AQUELES QUE PSSAM POR DRASTICAS DIETAS DE DESINTOXICAÇÃO E REEQUILIBRO METABOLICO – OS SENTIDOS SE ACLARAM, VC SE SENTE LITERALMENTE MAIS INTELEIGENTE, MENOS CANSADO DURANTE O DIA, DORME SEMPRE MUITO BEM, ACORDA DISPOSTO E O MAIS INTERESSANTE: ESTA SUPER ANIMADO OU COM FACILIDADE EXTRANHAVEL , POR SI MESMO, DE LIDAR COM AS PROPRIAS EMOÇÕES…. QUEM ACHA QUE É MENTIRA, FAÇA A DIETA DA UVA UMA UNICA VEZ NA VIDA E REALIZA OS PROCEDIMENTOS QUE CITAREI QUANTO À  

LIMPEZA DE INTESTINO E LIMPEZA DE FIGADO, POR METODOS NARTURIAS, BARATOS E RELATIVAMENTE RAPIDOS, EM RELAÇÃO A QUAISQUER OUTROS.. NÃO SENDO POR ISSO MENOS EFICAZES- PELO CONTRARIO )…..

 

0 – Acompanhamento PSCIOLOGICO E APOIO INCONDICIONAL DA FAMÍLIA;

LER LIVRO: A DOENÇA COMO CAMINHO!  combater a depressão e o fascínio pela doença.

Realizar ”divertimentos” psicológicos e físicos. Rir muito . Rezar e meditar se a pessoa quiser – a confiança no futuro e a sobreposição das questões psicológicas ajudam a aliviar os sintomas ansiosos/ angustiosos da dor(*entretanto, é mais difícil desenvolver isso depois do processo já instalado – mas não é impossível!)

Se em uns 2 anos ,nada disso funcionar…Respeito sua religião, mas procure o SEU VELENTIM , curandeiro q mora no GAMA- Distrito Federal(30minutos de Brasília); já curou mais de 17 mil pessoas em vinte anos, com exames catalogados das mais variadas complicações, inclusive de médicos, céticos ou não céticos…..

As organizações da Meditação Trasncedental, Jurei  da Igreja Messiânica, e alguns físicos, neurologistas,médicos e psicólogos, possuem pesquisas cientificas sobre essas curas”milagrosas”, por processos mentais ou desconhecidos da ciência! Até mesmo por reza: pesquisem!

Então, mlagre: incrivelmente, fujiras da dor e viveras num alegre samadhi,de intensa alegria!

Ao mesno foi o q fez THERESA NEUMAN, A santa Católica, citada no livro AUTOBIOGRAFIA DE UM YOGUE.. q ,alias, depois de dois anos de intensa alegria e parodoxais debilidades do corpo: se curou!!!!!

Leiam o livro  e saibam por si mesmso desta historia!

Persistir é a base para tudo na vida…

1: Intendo 2: Fé na realização 3: Discplina /determinação em ter mais fé!!!

e o 4- o q aconteceu com teresa neuma: alegria indpendente das dores, perdendo padrão das crenças e controlando a sensibilidade do corpor: até se curar: pelo Inerbiamento do Não Dito, Deus Real, não idelizado, ams sentido no âmago!!!

Ei, estopu dando alternativas… Todas as 8 primeiras são comprovadas cientificamente…

Ad demais não totalemnte, mas funcionaram pra muita gente ao longo da história! São parcialmente comprovavéris!

Mas se ficares pensando nisso, não focara em si e ansiaras pela realização ao inves de possui-la: pare de comparar ,siga a intuição ebusque sua cura!!!!

Esqueci de acrescentar:

7 – AUTO HEMOTERAPIA;

apesar das aparentes controversias da ANVISA, q alis sempre nega a estudar tratamentos q funcionam sem o Auxilio de Remedios Elaborados Por Farmacias e Grandes Empresas Do Ramo. Tais como a Vacina Antibrucelica q citei! è tudo uma recusa, por medo de perder dinheiro- assim especulamos; pois nao vemos motivos para a recusa em conferir e pesquisar institucionalmete os resultados JA VISTOS PELOS CRIADORES DOS METODOS E SEUS PACIENTES!!!! Não há uma reclamção quanto a nenhum dos dois,. pelo contrário, SÒ ELOGIOS!!!!

8 -cLORETO DE MAgenésio. Vejam os seguintes vídeos(e aplique, estando doentes ou não!):

http://www.youtube.com/watch?v=ox2dGBGzeJw&feature=player_embedded

http://www.youtube.com/watch?v=xZl9UAovgyI&feature=player_embedded

9-Se nada disso funcionar:

vejam o estudo da alteração das moleculas de agua por pensamento e palavras, do massaru hemorto, q tem abalado a comunidade cientifica e reforçado A FISICA QUANTICA!(presente no link acima).

E,se o corpo possui mais de 70%, q dizer de nós, se nos organizamos internamente nesse quisito!!!

SE NADA DISSO FUNCIONAR, apele a fé…

REZE MUITo<ATE NÂO PODER MAIS.. E QUANO ESGOTAR A ESPERENAÇA, OU A PACIENCIA,..

CONTINUE REZANDO….

SE NÂO PUDERES FAZR NADA<M NEM LEVANTAR DA CAMA<REZE <REZXE< NEM PENSAE MAIS EM VC< ESQUEÇA DE SI E LMEBRE_SE CONTANTEMENTE DE DEUS< ate não sentires mais suas idéias!

Então, milagre: incrivelmente, fugiras da dor e viveras num alegre samadhi,de intensa alegria!

Ao mesmo foi o q fez THERESA NEUMAN, A santa Católica, citada no livro AUTOBIOGRAFIA DE UM YOGUE.. q ,alias, depois de dois anos de intensa alegria e paradoxais debilidades do corpo: se curou!!!!!

Leiam o livro  e saibam por si mesmo desta historia!

Persistir é a base para tudo na vida…

1: Intento 2: Fé na realização 3: Disciplina /determinação em ter mais fé!!!

e o 4- o q aconteceu com Teresa Neumam: alegria independente das dores, perdendo padrão das crenças e controlando a sensibilidade do corpo: até se curar: pelo Inerbiamento do Não Dito, Deus Real, não idealizado, mas sentido no âmago!!!

Ei, estou dando alternativas… Todas as 8 primeiras são comprovadas cientificamente…

As demais não totalmente, mas funcionaram pra muita gente ao longo da história! São parcialmente comprováveis!

Mas se ficares pensando nisso, não focara em si e ansiaras pela realização ao invés de possuí-la: pare de comparar ,siga a intuição e busque sua cura!!!!

ps.:Alguem perguntou do LUPUS q tb é autoimune. E eu lembrei do DR VINHOLIS  q trata usando mediicina chinesa e ocidental.Uma de suas pacientes tinha Lupus – fopi curada apos um tratamento de desintoxicação; Passaram-se dois anos, ela se descuidou na alimentdação.voltou o Lupus,.. Fez novamente o tratamento eos sintomas desparecerão novamente! .. tem na internet os telefones  desse médico, é so pesquisar

Quanto à vacina antibrucelica, tem melhorado extemamente o bem estar dos pacientes com artrite relamtoide, diminuindo dores e inflamações.

De 400 com essa doença, segundo estudo do DR Genesio, 84%tiveram um exito incrível com o uso da vacina – pesquise na net!

POST ORIGINAL(meu tb): http://livrespensadores.ning.com/profiles/blogs/alguem-conhece-pessoa-com-doen-as-reum-ticas-auto-imunes-ou?xg_source=activity

PARA OS QUE NÃO ACREDITAM NA CURA ESPIRITUAL/MENTAL, LEIAM O LIVRO ”A CURA QUANTICA” DE DEPACL CHOPRA, E VEJAM OS SEGUINTES VÍDEOS (O PRIMEIRO SÓ SOBRE FISICA QUANTICA,E O SEGUNDO BEM MAIS ABRANGENTE):

1- http://www.youtube.com/watch?v=fMoQxuSeVBc&feature=related

2- Uma das melhores palestras que já vi!

versa sobre meditação, criatividade, psicologia, autestima, cultura dominante, captalismo, e bastante sobre física quantica (é um resumão para se enterder porque sofremos, o que há de superior, de possível em nós – o que é ser criativo e o que é repetir padrões ‘socialmente impostos’, e a realação disso com a felicidade ):

Palestra:

Transição planetária na visão quantica

http://dharmalog.com/2012/01/23/lahiri-mahasaya-perdemos-nossa-reverencia-a-natureza-queremos-apenas-forca-la-a-nos-servir/

SOBRE A EXPERIÊNCIA MÍSTICA

SOBRE A EXPERIÊNCIA MÍSTICA

- resposta à postagem EXPERIENCIA MSITICA  , no link: http://livrespensadores.org/artigos/filosofia/experiencia-mistica/    -

Não posso acusar-me o gabarito de ter iniciado no caminho Místico;pra quem não sabe ”mística” é um conceito acadêmico da filosofia que designa o inebriamento profundo ,intenso e de certa constância pelas coisas da realidade. Nele chegamos há algo que um monge beneditino, certa vez, denominou de ”materialismo espiritual’ -’ e o que seria isto?

È uma simples experiência de estar vivendo; de aderir aos seus impulsos de vida de forma consciente e volitiva – quero dizer: de buscar aprofundar-se em sua própria consciência, buscando os descaminhos de suas crenças e de suas interpretações infundadas que palmilham no imago do que , em filosofia, chamou-se Ser  -  que nada mais é do que a presença de si mesmo livre dos pressupostos da lógica convencionada, pois esta na verdade costuma ser desnecessárias para fins não-científicos ,subjetivos, e culturais: são as padronizações de homem, mulher, casado, solteiro: enfim, aquela busca por algo mais que, por ser atrelada à formas padronizantes, mesquinhas, pois fechadas em si mesmas,de ser e de buscar a plenitude através do ”ter” uma situação idealizada, impedem o inebriamento pelas coisas reais, que nos cercam . Este inebriamento ,como disse , se não me engano ,Aristóteles, é de onde nasce toda a filosofia, e inclusive as invenções e a ciência!

Realmente é necessário reinventar o mundo, incessantemente, e a cada instante, para ser feliz. Isto não significa iniciar uma loucura filosófica de buscar coisas novas através do já convencionado, dos atrativos culturais, ou das brincadeiras teatrais, tão comuns, na forma de ser,de se apresentar ao mundo!

Na verdade, a forma de ser  vem de um impulso comum em todos nós, algo que nos compele a exercer influencia em nossas próprias vidas,e , temporariamente em nosso próprio meio. Alguns aprendem a influenciar mais os outros, a trocar mais informações, outros permanecem mais quietos em seu universo cultural,e , como o tempo, se sua consciência, sua introspecçã,o o permite, começam a ser políticos consigo mesmos, no seu diálogo interno com a plenitude – um instinto velado, pouco consciente de si , por não possuir necessariamente atributos de expressão, mas que guarda algo de silencioso, algo de muito perceptivo, que destrói os aparentes descaminhos da vida.

Tenho aprendido, em  meu caminho de meditador, que os atributos da consciência são deturpados constantemente pela paixão irracional pelos objetos da mente, impedindo-nos de analisar de forma imparcial essa nossa subjetividade e o contexto cultural de nosso meio – isso, em meditação, chamamos de alienação! Ou como dissera Buda em afirmações sobre a realidade do EU!

A consciência de ser feliz é, em realidade, algo natural no ser humano – ele permanece feliz ate lhe serem criadas, introjetadas, metas de estímulo artificial, sem uma real escolha do pequenino, do adolescente e do jovem.

A partir daí, passamos a buscar um mundo sempre muito idealizado… Tudo bem… o problema é que as idealizações se sobrepõem as percepções e existe uma fascinação pelo objeto cultural, ou , num contexto mais profundo, uma fascinação por cada ação exercida pelo individuo(a raiz da palavra ego, a ilusão de uma individualidade fixa, chama-se ”eu faço” e vem de uma língua indiana.)

Quando passamos a assumir os atributos de nossas ações como referencias externos de nós mesmos, e lhes damos importância, iniciamos a autoalienação. A famosa troca do ser pelo ter! Isto é o que produz a infelicidade.

Parece um tanto difícil de compreender, de forma sintética, este pensamento embasado principalmente na psicologia oriental. Entretanto, como nos esclarece o psicólogo Daniel Goleman, que escreveu o livro “A ARTE DA MEDITAÇÂO” – recomendo -, esta psicologia meche com a raiz dos problemas humanos, nos seus mecanismso de percepção descontrolados, pouco práticos e ,de certa forma, irracionais(explica-se tal mecanismo no livro). Já a Psicologia comportamental , a mais cultuada nos EUA por sua ‘cientificidade’(baseia-se em simples correlações facilmente observaveis no comportamento animal e em grande parte do comportamento humano), trata de adequar cada um dos bloqueios e dos mecanismos aparentemente doentes, porque não se enquadram no contexto das ações sociais, à uma forma agradável e pouco fascinada de se viver. E qual o resultado disso? Infelicidade, ansiedade e depressão, constante nas sociedades humanas, principalmente nas mais ligadas ao capitalismo (Índios, por exemplo, não padecem tanto deste mal, sentindo-se mal em realção à própria cultura, ao próprio meio social)!

Somos seres que cuidam pouco de si e muitos dos ”outros” e das ”coisas”. Sócrates dizia que adorava ir às feiras: para ver o tanto de invenções novas que eram desnecessárias para ele ! Isso rende uma boa gargalhada – com causa num preceito ” do mias sábio dos homens”!
Sócrates tinha uma inteligência incrível, e foi precursor de toda uma doutrina espiritual muito pouco divulgada pelos que o estudaram.Tinha crenças muitos semelhantes ao espiritualismo yogue e espírita. Sua visão da sociedade já estava muito à frente das idealizações da época, tanto que hoje construímos nossa base ”legal” , de preceitos ”legais” que ”regeriam ” uma boa sociedade, semelhantes a opiniões deste sábio mestre! Diseera-me uma filósofa: certa vez Socrates se encontrava em situação de guerra e, tendo machucado a perna, não pode acompanhar a debandada dos soldados para outro local. Ocorreu que uma pequena frota do exercíto inimigo lhe vinha ao encontro. Este, não podendo mover-se suficientemente, permaneceu ”recostado”, e, ao chegar o exercitto inimigo, pronto à matá-lo, exclamou, como que triunfante: homens, venham! Eu os peguei. Sua voz caregava tanta veracidade que convenceu o grupo de soldados a fugirem!

Um outro relato convincente sobre a relação da mística com a vida de Socrates:

“Além disso a guerra não interrompeu as meditações de Sócrates; Alcibíades diz-nos que Sócrates ficou imóvel no mesmo local durante vinte e quatro horas, mergulhado nos seus pensamentos, não parecendo mesmo ver os soldados que o observavam estupefactos.” Alcibiades em “O Banquete”.  (Quem quiser saber muito do tema, leia: SOcrates ou o Despertar da Consciencia, de Jonh )

Então é isso: mude seu contexto cultural-  é extremamente necessário, para a felicidade, o paradigma perceptivo. Quem se corrigir pelas bases só do comportamento, da moral e dos costumes sociais, acaba perdendo algo do seu ser que depois costuma se manifestar em dor, tédio, infelicidade. È necessário a limpeza dos conteúdos internos!

Para os interessados no tema, leiam o livro “A Ciência Contemplativa”, de B Allan Wallace. Um grande livro, aposto que os nossos amigos acadêmicos não farão muitas objeções pois é realmente bem embasado!

Existira agora uma ciência da subjetividade, que se comprova pela pratica, por sua felicidade e por usa capacidade de expandir a inteligência e a criatividade. A estas chamamos meditação, mas, na verdade, é o culto a uma espécie de ” pensamento realmente livre”, algo que transcende o nível cognitivo e o domina de forma desapegada, imparcial, para então molda-lo ao seu bel prazer.

Isto seria nos tornarmos robôs de subjetividade científica?!?

Poderia até parecer, eu acreditaria nisto se não tivesse a par de tudo que sei e das experiências que venho tido neste campo da mística: é arrebatador…

Deus realmente se manifesta, mas nosso amigo Krishnamurti, grande filósofo da meditação(usando do estilo filosófico para transmitir suas experiências ilumintativas*) gostava de chama-Lo, simplesmente, de INTELIGENCIA, com maiúsculo!!

Quando adentramos no mistério do existir de forma profunda e com ”devoção concentrada”,algo que  nada mais é que utilizar seus mecanismos passionais,os psicanalistas ”o conhecem”(teoricamente, pois ninguém ainda o realizou completamente, não que o mundo saiba), para direciona-los ao total da vivencia, o holismo, à capacidade de não subtrair o que se vê a partir da valorização irracional de certos atributos do ”real”!

Poderia filosofar sobreos atributos da realidade: mas redundaria em perda de tempo. A realidade possui , na verdade, um caráter perceptivo – quem se embrenha na percepção, pela busca ”cientifica” pelo mistério criativo, realmente encontra as invenções e o conhecimento seguro das relações humanas e até mesmo do mundo físico ao seu redor! É inevitável. Einstein exaltava o Budismo, e muito. Todos os grandes inventores possuíam esse fator de inebriamento, de avassalodara vontade de conhecer, de inovar.. E o processo criativo trabalha com o nível que chamamos de intuição, de inebriamento: não é uma conclusão simples do intelecto ligado à memória; è algo q envolve a devoção na intenção concentrada de se criar!

Quem tiver dificuldade nisto, trate de desenhar e pintar; leia o livro DESENHANDO COM O LADO DIREITO DO CEREBRO (apesar de sabermos que a construção de lados do cérebro para definir criatividade de um  lado e a razão de outro, é pouco cientifica), mas funciona de forma satisfatória, na prática!

Temos que convencer nossa razão a tomar controle de si e a disciplinar-se, para manifestar ” as tendências discriminativas puras” – ou manas, como chamam os indianos!

Parece uma vigem – e realmente é!

Pode ser usado no campo da ciência, no combate ao stress, na melhoria dos comportamentos e na chamada iluminação, ou consciência da harmonia, de Deus, etc.!

Existem níveis expressos e conhecidos para esta ”iluminação”. Eu vivo, de forma parcial e passageira, níveis básicos disto através da meditação!

E não largo disso ”nem a pau”. Como diria, baseando-me em uma entrevista com B Allan Wallace (link:): um cachorro se contentaria em viver sua vindinha no nível do normal – brincaria aqui, buscaria comida, comeria acolá, e faria sexo. Mas eu, sendo homem, e dotado de uma tendência à expansão, à inteligência, não me contento com estes níveis ”básicos”: busco sempre o aperfeiçoamento – há muito o que aprender!

Voltando à questão da felicidade, diria que no mundo cognitivo tudo é uma questão de pontos de referência: crenças idealizadas que querem determinar o mundo em algo fixo, nos dando segurança –  ”isto é”. Entretanto, as denominações só são necessárias, de fato, no campo da linguagem – fora dele não há necessidade de repeti-las e repensa-las. Confiar na intuição perceptiva é o que há de melhor para o homem! Isto não é necessariamente religião. Buda foi interrogado a respeito das crenças humanas, de sua memória e se isto não se perdia se buscássemos barrar esta constante chuva de determinações, de nuvens de pretenso saber que encobrem a realidade cabalmente presente (o famoso AGORA). Ele respondeu ,com sua magistral sabedoria do desapego á tendência ao EU, tendência esta que encobre o medo do desconhecido: Não, pois a memória é como um livro. Você não precisa rebusca-la. Quando necessário, pegue o livro e abra!

Então é isto. Hoje, ‘sabemos’, eu, pelo menos parcialmente, sei, bem como o famoso estudioso de mitos, Joseph Campel, entrevistado por Bill Moyers no livro “O Poder do Mito”, que: com a predominância da atenção (mecanismo ”catalisador” de toda a inteligência), podemos adentrar nos mundos inconsciente de nosso cérebro e domar as tendências ao pensamento fixo/repetitivo, estimulando assim a capacidade de conhecer o que ainda não conhecemos, e abrindo o ”coração ”, ou percepção inominada, não atrelada a atributos personalísticos e tendenciosos, com mascaras sociais, para a realidade que realmente nos cerca!

Chegamos, finalmente, ás experiências iluminativas, que possuem vários graus, segundo os estudiosos da meditação, budistas e yogues. Ocorre a fusão do inconsciente à percepção. Durante a experiência, vamos percebendo as crenças inconsciente, que, como sistemas de defesa, gravitam lá no fundo, estimulando nossa forma de ser e agir a partir de uma estratégia que nos identifique e oriente ”seguramente” no nosso convívio com o mundo (resultando numa certa perda da originalidade, de uma individualidade própria que é pouco alienada – isto é transpessoal, por isso experimentem primeiro). Então, muitas vezes, devido à procura prática, começamos a entrar nos mecanismos dos sonhos, sonhamos um pouco, de forma ainda ‘acordada’, consciente do corpo e da mente. Até que adentramos na lógica observadora, a inteligência pura que julga e percebe sem se utilizar dos pontos de referência (isto é a pura criatividade)!

Passamos a imprimir lógica em nosso contexto, através de uma fusão gradual do imaginário à percepção: suplantando a ilusão das coisas ditas reais para as cabalmente reais, aquelas ditadas pela percepção (diremos assim para não complicar ).

É nesse estado de consciência que poderemos viver a consciência do Ser feliz!

A busca some dando lugar ao inebriamento pelo novo e pelo criativo; surge o chamado amor ágape, ou espiritual, a compaixão dos budistas. Então, pelo ”não julgueis” deixamos de preconceber o mundo e aprendemos a aceitar a vida como ela é. Surge uma fusão do Eu, que era ilusório e pouco participativo, separado em seu mundo onírico, de vigília, próprio, com as suas percepções e com o seu mundo – nada mais falta então!

Algo só falta quando cremos na sua necessidade!

Dirão alguns que as necessidades do corpo são primordiais, entretanto, o quanto podemos avançar na evolução do controle consciente dos sinais do cérebro e dos seus mecanismos ?

Vejam bem: isto é algo conhecido dos ”religiosos da meditação”: vários homens, e mulheres, que passaram por este meio místico afirmando não comer, não beber e não padecer dores. Vemos isto muito por aí; em práticas de auto-transe na áfrica,no vodu e ate numas religiões das Américas, que pisam  no fogo(esta ultima contestável). Entretanto, o Discovery Chanel realizou três documentários a respeito do tema: de um menino chamad de ‘O NOVO BUDA’ que , diziam as autoridade locais, estava a seis meses meditando numa arvore – foi filmado por mais de 48h, não lembro o tempo exato, sem se mexer, realizando apenas movimentos intercalados com as pernas. Durante a chuva, ele começou a expelir de sue próprio corpo ,por meio do suor, a água que lhe era absorvida em demasia!

Filmaram também uma yogue de aparência chinesa, perdoem a falta de dados, que foi enterrada durante dias num caixão, sobrevivendo, então, sem oxigênio suficiente – e sem comida, é claro, por um tempo aparentemente impossível para o homem comum; Isto é conhecido no meio do yoga como o Samadhy adiantado, quando o praticante ‘perde’ a respiração, permanecendo por horas ou mais desta forma; existem famosos gurus na Índia que passavam dias assim, imóveis! Yogananda adentrou neste ínterim ao comparar as experiências de São Francisco com as dos seus mestres da Kryia Yoga, como Sri Yukteswar,e , posteriormente, suas próprias experiências; Alexandre Campelo, um grande amigo Kryabam, tratou do tema no seu recente livro: SÂO FRANCISCO, O YOGUE DE ASSIS, disponível na livraria cultura, que, aliás eu ainda não li!

Então, uma das interpretações que podemos tirar disto é que estes grandes mestres da sabedoria transpessoal (posterior à racional segundo Ken Wilber, mas que não a prejudica) utilizaram de mecanismos de crença para sobrepor os devaneios inconscientes e as cristalizações das mentes presentes nos homens, utilizando-se de um foco concentrado: Deus.

Eu ,pessoalmente, meus amigos, acredito em Deus e em muitos coisas – tenho minha forma particular de compreende-Lo. Entretanto, qual seria a importância disto? Nenhuma!Faz-me feliz justamente porque O busco de uma forma cientifica, tal como nos referiu Paramahansa Yogananda, a respeito do que ele chamou de método cientifico para encontrar Deus: Kryia Yoga!

Utilizem do foco concentrado e verão suas mentes operarem maravilhas. Realmente é inovador. Não é necessário crer em nada; pois até para meditadores como Yogananda, o nível das crenças é necessário só no início, depois é substituído pelo inebriamento e, talvez sim talvez não, por uma capacidade de adentrar na consciência do outro, ler os sinais da realidade e modifica-la de forma satisfatória: como relatam seus discípulos diretos (bem como de outros mestres e místicos)…

Não quero alimentar sonhos, apenas conduzi-los ao conhecimento do Ser que os cerca, e q é você mesmo!

A unidade com a existência é uma necessidade para o pensamento livre, esta só surge com o desapego e com o esquecimento da frenética paixão pelo devaneio dos saberes presentes nas formas comuns de se pensar – eu chamo isso de ‘Consciência Mitológica’ no homem! Busquemos transcende-la.

Oferecer-lhes ei breves conceitos relativos às etapas do desenvolvimento humano de acordo com a transpessoalidade da psicologia do yoga – muito parecidas com as da ocidental e ate com as religiões! Veremos!

Ps. : a respeito do ceticismo. Em realidade ele só reside numa cultuada atitude anti-realista, Entretanto, esta só se desenvolve com plenitude através da mística de que tratei, da ‘meditação’ ou inebriamento pela realidade. È infalível. Só é indeterminável. O tempo depende de cada um de suas resoluções. No começo é difícil ,custa, depois você percebe q não é questão de desejar ,mas de deixar acontecer. Virão analises, de começo bem ‘’pesadas’’(me refiro ao grau de consciência das mesmas, e da freqüência cerebral a qual elas pertencem), depois estas, já outras, se tornaram mais claras, com um quê de inteligência, de entusiasmo, de inovação. Depois terás vontade de explodir de alegria. Terás idéias incríveis e idealismos poderosos. Podes curtir esta fase. Entretanto, se te incentivares a ires além. Perdendo a consciência do Eu determinado, do noem, vendo-os por fim como simples sonhos, chegaras muito perto da iluminação definitiva, mesmo que esta experiência dure pouco… Ocorre mesmo, depois relatarei algo mais particular. Indo além disso, a calmaria tomará lugar da dispersão ,e o tédio cedera a uma energia atenta, disciplinada, extremamente consciente.

Como as frequências cerebrais diminuem, trazendo pensamentos cada vez mais profundos. Em teoria estaríamos dormindo, entretanto a consciência, de alguma forma, se sobrepõe, tornando-nos mais acordados do que nunca! È super estranho! E super espantoso!

Tornas-te o superman, mas com bases na realidade.

Serás a Águia que voa, mas com consciência de como é viver na terra e em seu contexto: voaras ao infinito do pensamento livre-criativo, e estarás ao mesmo tempo presente na consciência dos homens ao teu redor, vendo suas mesquinhas e bobas pretensões ao saber, suas memequices, seus partidarismo/particularismos doentios por si mesmos!;

Pesquise a NORMOSE- Patologia da normalidade (livro em vídeos do youtube.com) – te será muito útil. Garanto.

M de L.

Recomendo ler:

http://www.espiritualismo.hostmach.com.br/meditar.htm